sexta-feira, 19 de junho de 2015

Provocação sem limites: bolivarianos do Brasil formam nova “comissão” para ir à Venezuela


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Se você ainda não conseguiu conceber que o diferencial bolivariano é o cinismo elevado a um nível que mentes normais não conseguem processar, veja só essa: depois que as milícias de Nicolás Maduro impediram que a comitiva de senadores conseguisse visitar Leopoldo Lopez e Antonio Ledezma, políticos bolivarianos resolveram fazer uma “nova comitiva”.

No requerimento de criação dessa nova comissão, os senadores alegaram que o grupo que foi hostilizado hoje “não atende às exigências de isenção e imparcialidade que a gravidade do momento delicado requerem”. Certo, certo… então será que a “nova comissão” é imparcial? Veja a lista:
  • Roberto Requião (PMDB-PR)
  • Lindbergh Farias (PT-RJ)
  • Lídice da Mata (PSB-BA)
  • Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
  • Randolfe Rodrigues (PSOL-AP)
Parece até gozação. Só membros do Foro de São Paulo e simpatizantes! Não há ali nenhum que não se emocione ao ver o barbarismo de Maduro. A coisa vão além: implantar tal nível de terror é a ambição máxima dessa gente por aqui.

O requerimento atual diz que “os ilustres senadores que compõem aquela comissão marcam o seu discurso pela indução ao acirramento dos ânimos, tanto para atingir objetivos na política interna brasileira (desgaste político do governo federal), como para fortalecer um dos lados na disputa democrática venezuelana”.

Logo, este grupo atual seria “imparcial”.

Como se vê, um bolivariano vive de insultar a inteligência dos outros. Agora, para acabar com mais este circo, basta estudar o histórico de discursos de todas essas cinco figuras, demonstrar que eles sempre apoiaram a ditadura venezuelana e desconstruir mais esta afronta.

Por Luciano Ayan
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques