segunda-feira, 8 de junho de 2015

Mais um crime de morte praticado por menores que deve ir para a conta de seus defensores esquerdistas: após 10 dias internada, morre menina estuprada e espancada por grupo de menores no Piauí


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Recentemente, um crime bárbaro chocou a população da cidade de Castelo do Piauí, a 190 Km de Teresina. Quatro garotas, adolescentes, foram brutalmente agredidas, amarradas e estupradas em 27 de maio. Elas haviam saído para tirar fotos em um ponto turístico, quando foram rendidas por cinco bandidos, quatro deles menores. 

Duas garotas tinham 17 anos, uma 16 e outra apenas 15. Toda foram levadas para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Uma delas estava em estado grave na UTI, com traumatismo craniano. Hoje uma das garotas faleceu.

Como é de se esperar, os menores passarão por um julgamento "fake", pois o ECA não permite que eles sejam imputáveis penalmente. Logo, no máximo (e com muita sorte) ficarão três anos fora de circulação. 

Segue a baixo um relato da matéria do G1 sobre tudo o que agarota sofreu e passou nas mãos dos menores, somado as tentativas de salvar a vida da vítima:
Conforme o diretor, a adolescente teve esmagamento da face do lado direito, lesões pelo pescoço e traumatismo torácico. Mesmo após procedimentos cirúrgicos, a equipe médica não conseguiu evitar as complicações em decorrência das hemorragias. A garota e mais três amigas foram agredidas, violentadas e arremessadas do alto de um penhasco com mais de 10 metros de altura no dia 27 de maio. O crime chocou a população.Segundo o diretor clínico do hospital, Fábio Marcos de Sousa, antes da retirada da sedação, uma nova cirurgia foi realizada para desobstrução de artérias da região cervical que impedia a oxigenação do cérebro. 
“Ela sofreu fraturas extensas na face e uma grave lesão na região do pescoço. Foram feitas algumas cirurgias para conter a lesão e mais uma intervenção ocorreu para impedir o processo de isquemia (redução do fluxo de sangue)”, disse. 
A adolescente sofreu um afundamento da face em virtude do espancamento. Ela foi submetida ao procedimento cirúrgico, logo depois precisou de transfusão de sangue por conta de uma hemorragia devido as pancadas no tórax e pescoço.A complicação do estado de saúde da garota levou centenas de pessoas até o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi), onde fizeram doação de sangue para a vítima.Sobre o estado de saúde das outras duas garotas que estão internadas no HUT,  
Gilberto Albuquerque afirmou que elas estão conscientes. Na quarta-feira (3), a outra paciente de 17 anos que também estava na UTI melhorou e os médicos decidiram encaminhá-la para a unidade de cuidados intermediários.A terceira menina foi transferida para um hospital particular onde passou por uma cirurgia para retirar fragmentos de ossos na cabeça. Segundo informações de uma tia, a jovem permanece internada, pois os médicos querem acompanhar o quadro clínico. A garota está consciente e seu estado de saúde é considerado estável.
Estes crimes praticados por menores devem ser tributados à extrema esquerda, bem como à sua ideologia que os angeliza, protegendo-os e favorecendo-os, sem ter a mesma postura para com suas vítimas e familiares delas.

Por Aitofel de Souza
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques