terça-feira, 23 de junho de 2015

Do que Lula tem medo?


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Dizem os bem informados que Lula está morrendo de medo depois da prisão de Marcelo Odebrecht, presidente da maior empreiteira do Brasil. Mas medo de que exatamente? Da prisão apenas? Creio que não. Mesmo que essa possibilidade se confirme, não é crível que o molusco passe tanto tempo atrás das grades, tempo este que, seja longo seja curto, certamente não irá corrigir um canalha velho como Lula. Isto porque o sr. Lula, com sua mentalidade doentia, tem plena certeza de que é apenas uma vítima inocente de um bando de vilões que o invejam pelo tamanho do seu coração benemérito. Não há, portanto, arrependimento, que é o primeiro passo para a correção. O delírio chegou ali, parou, multiplicou e enraizou-se de tal maneira que cadeia nenhuma terá força para arrancá-lo. A prisão, portanto, terá pouco efeito pedagógico para ele. Arrisco até a dizer que, na verdade, ela aumentará seu delírio. A conferir.

Mas o que assusta mesmo o sr. Lula é a destruição do mito, a demolição da imagem que se criou em torno dele. E que imagem é esta? A imagem que o faz dizer todos os absurdos impunemente, a imagem de um sujeito que fez tanto bem ao povo que teria a permissão de ultrapassar todas as barreiras éticas e legais, a imagem de um homem que levou ao extremo e tornou regra de ouro o dito “rouba mas faz”. E é para este Lula mitológico que uma prisão, ou mesmo um indiciamento, terão muito a dizer. E hoje, mais do que nunca, é preciso que esse Lula mitológico seja destruído sem piedade. 

Veja o leitor que ao longo da operação Lava Jato testemunhamos a prisão de grandes empresários que se consorciaram aos figurões da política para assaltarem os cofres públicos. A prisão do presidente da Odebrecht é emblemática e resume bem o extraordinário trabalho do juiz Sérgio Moro, do Ministério Público Federal e da Polícia Federal. Estamos vendo uma mudança de mentalidade, que é lenta, mas perceptível. Hoje rico também vai para a cadeia! Mas e os outros partícipes do esquema? A operação Lava Jato bateu no teto do braço empresarial, mas ainda falta a cereja do bolo para completar a lição, que é o topo do braço político. E este topo, evidentemente, é o mito Lula, que além de receber uma carga pesada de uma urgente desconstrução, será o símbolo de que no Brasil impunidade ainda existe, sim, mas não como antes. O peso desta simples constatação é imenso. Mas se isto não ocorrer, a operação Lava Jata será um retumbante fracasso em termos civilizacionais, visto que deixará ao abrigo da impunidade os atores principais da trama, mostrando que para uma parcela privilegiada da população o crime compensa, e sempre compensará.

Se Lula, como ser humano, vai aprender alguma coisa com sua queda, pouco importa. Importa é que seu péssimo exemplo, encarnado no mito que tanto mal já causou ao Brasil, seja punido, e exemplarmente punido, se não com a prisão, mas pelo menos com o seu rebaixamento à sua verdadeira natureza indigna, maléfica e mentirosa.

Por Arthur Dutra
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques