terça-feira, 23 de junho de 2015

As pedaladas literais de Dilma mostram que o mar não está pra peixe para o PT


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Um governo que vai bem, que está dentro da normalidade, não precisa fazer o menor esforço para mostrar para o público que vai bem e está dentro da normalidade.

A princípio tal afirmação pode soar redundante - e não deixa de ser - mas serve para identificar muitas situações onde as aparências enganam.

Ninguém precisa mergulhar no mar de Fernando de Noronha para provar que a água não está contaminada por resíduos químicos ou coliformes fecais. Mas outro dia um secretário de governo do Rio de Janeiro precisou mergulhar na Baía de Guanabara - escolheu um local onde a influência do oceano na maré cheia dissipa a poluição mais facilmente - para tentar mostrar o contrário do que todo mundo sabe: que a Baía é um imenso penico. 

Filmes mostram como a corte de Luís XVI organizava festas intermináveis enquanto a plebe se preparava para cortar-lhes as cabeças, o presidente russo Vladimir Putin caça, monta a cavalo e nada no gelo enquanto a economia do seu país afunda, Saddam Hussein realizava desfiles militares para mostrar seu "poderio" meses antes de ser defenestrado e enforcado.

Mas não precisamos ir tão longe no tempo ou no mapa mundi, no início da década de 1990 Fernando Collor andava de jet-ski e realizava corridas matinais testemunhadas pela imprensa para mostrar o vigor do seu governo. Acabou sofrendo impeachment e saindo do Palácio do Planalto debaixo de vaias.

Por que relembro isso tudo? Porque de uns tempos para cá uma certa governante de um certo país em crise resolveu mandar beijinhos para a imprensa e realizar passeios de bicicleta devidamente fotografados, num esforço para mostrar como tudo vai bem, como tudo está dentro da normalidade.

Cada vez que Dilma sai naquela bicicletinha cercada de seguranças ela mostra, ao contrário do que procura demonstrar, como, na verdade, está em apuros e como parece cada dia mais próxima a sua hora de cair do cavalo.

Ou da bicicleta.

Por Marcus Vinicius Motta
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques