quinta-feira, 7 de maio de 2015

Um relato de doutrinação ideológica


Acabo de receber mais um relato de doutrinação ideológica num dos mais tradicionais colégios do Brasil, de classe média alta, localizado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Uma estudante contou para o pai que seu professor de geografia fez uma comemoração em sala de aula para celebrar o aniversário do furunculoso Karl Marx. O principal intelectual da ideologia que matou mais de 100 milhões de pessoas no século passado completaria 197 anos anteontem, 5 de maio.

O pai me enviou o e-mail que mandou para a escola cobrando a direção pela postura do professor e ainda se colocando à disposição para debater o assunto com ele na frente dos alunos. Perfeito!

Este pai ainda enviou aos coordenadores o link do projeto de lei 867/2015, elaborado pelo Miguel Nabig do Escola Sem Partido e apresentado pelo deputado Izalci Ferreira (PSDB-DF), orientado a escola como ela deveria se portar nesse tipo de situação.

Os pais dessas crianças pagam uma pequena fortuna todo mês para que seus filhos sejam adestrados ideologicamente e passem a odiar tudo que a família, a liberdade e a democracia representam. Nada justifica essa negligência.

Ao menos um pai fez o que é preciso ser feito. Você não precisa mudar o mundo, basta mudar a escola do seu filho que você terá feito a sua parte.

Se você não cuidar do seu filho, um professor petista vai cuidar.

Por Alexandre Borges
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques