sexta-feira, 1 de maio de 2015

Queima de arquivo na Petrobrás


Imagem: Reprodução Redes Sociais

O jornal Estadão informa que a Petrobrás destruiu as gravações de áudio e vídeo das reuniões do Conselho de Administração da estatal, incluindo as reuniões no período em que Dilma era a chefe do conselho e quando se discutiu a compra da refinaria de Pasadena. Esse fato por si é de uma gravidade sem precedentes. Impossível que diante disso a oposição continue ainda a relutar em pedir o processo de impeachment.

Por Paulo Eneas
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques