quinta-feira, 7 de maio de 2015

PMDB vira o jogo e faz PT pagar o preço do ajuste fiscal



Há algumas horas tivemos uma belíssima virada de jogo por parte do PMDB. Como Lula havia armado com a CUT uma encenação, para fingir que eles seriam contra o ajuste fiscal, o PMDB recuou e não votaria caso o PT não formalizasse o apoio. Resultado? O PT formalizou o apoio, mas disse que não puniria os que não votassem. Pois Eduardo Cunha definiu a opção pelo voto nominal, onde todos ficariam expostos. Conclusão: a maior parte dos petistas teve que votar pelo ajuste, retirando dos trabalhadores recursos do abono salarial, seguro defeso e seguro desemprego. 

E tem mais. Durante o dia soubemos que Lula, que encenara discordar do ajuste, ligou para o líder do PT na Câmara, José Guimarães(PT-CE). Suas palavras: "Ele (Lula) perguntou como ficou a posição dos partidos. Disse que estava acompanhando e que a proposta era fundamental para o governo. Pediu ainda para seguir firme”. Sentença definitiva: o PT de Lula traiu os trabalhadores. 

A cereja do bolo veio com membros de partidos como PSDB e DEM cantando "O PT pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão!". E enquanto isso as galerias, repletas de membros da Força Sindical, gritava: "Fora PT". 

Agora é hora dos bolivarianos pagarem o preço não só pela crise, como pela sucessão de mentiras e cinismos. 

Por Luciano Ayan
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques