segunda-feira, 4 de maio de 2015

Contradições por minuto



Zumbi de Palmares era dono de escravos. Che Guevara, além de assassino que exibia prazer em matar, era homofóbico e racista, pois dizia que negros formavam uma raça de seres inferiores preguiçosos e indolentes. Parada Gay existe em Tel Aviv, mas não em Havana. E na Venezuela, gays são proibidos de ingressar nas forças de segurança. O horror que vimos nos campos de concentração nazistas se repetia em escala ainda maior nos gulags e campos de extermínio soviéticos.


Fidel Castro é um dos homens mais ricos do mundo, enquanto um assalariado cubano de formação superior vive com um salário médio de vinte dólares mensais, num pais em que uma lata de óleo de soja custa em média um dólar. A zona turística de Havana destinada a estrangeiros tem hoje a maior concentração de prostitutas de nível superior de que se tem notícia.

Todas as experiências socialistas que existiram no mundo fracassaram, e as novas experiências recentes de caráter proto-socialista, como as da Venezuela e da Argentina, seguem no mesmo caminho: estagnação econômica, aumento da pobreza, fuga de investimentos, aumento generalizado da corrupção e da repressão politica e supressão de liberdades individuais.

Não existe razão alguma para alguém defender hoje o ideário socialista de esquerda, em vista da montanha de informações disponíveis a qualquer pessoa, mostrando o fracasso e o atraso que representou e representa essa ideia de recriar uma sociedade supostamente igualitária a partir de experiências de engenharia social. Os que ainda abraçam essa utopia que, na vida real se mostrou distópica, o fazem ou por cacoete ideológico ou por interesses de outra natureza.

Por Paulo Eneas
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques