sexta-feira, 1 de maio de 2015

Apologia insana da ditadura norte-coreana assiste novos protestos heróicos


Imagem: Reprodução Redes Sociais
O rapaz do vídeo na PUC contra os bolivarianos da CNBB se chama Marco Rossi Medeiros. Agora a imprensa não tem mais desculpa para não entrevistar. Mais uma da série: "você viu primeiro aqui".

Ele acaba de protagonizar outra manifestação digna de aplausos: na manhã de ontem, Marco e mais quatro jovens entraram na Assembleia Legislativa de Goiás para exigir o fim da exposição apologética sobre o regime genocida da Coréia do Norte. 

O evento ainda lançou em português o livro de memórias do facínora Kim Il-sung, pai de Kim Jong-il e avô de Kim Jong-un. Veja o vídeo:


A exposição foi organizada por José Netto, do PPL (Partido Pátria Livre), mais um desses esbirros do petismo. O partido é fruto do MR-8 (Movimento Revolucionário 8 de outubro), um dos mais conhecidos grupos guerrilheiros do país na época do regime militar. A simpatia pela Coréia do Norte encerra a discussão sobre o que esse pessoal queria para o Brasil.

O MR-8 teve como militantes Carlos Lamarca, Fernando Gabeira, Franklin Martins, Cid Benjamin, César Benjamin, Stuart Angel Jones, Daniel Aarão Reis Filho, entre outros. O MR-8 é o responsável, junto com a ALN, pelo sequestro do embaixador americano Charles Elbrick em 1969.

Você viu alguma notinha na imprensa sobre o ato contra a exposição? Claro que não. Manifestação sem quebra-qubra, sem vandalismo, sem confronto com a polícia, não interessa aos jornalistas.

Parabéns Marco Rossi Medeiros e seus bravos amigos por mais um ato de coragem.


Por Alexandre Borges
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques