sábado, 4 de abril de 2015

Site do PT ataca Marcello Reis por receber doações voluntárias


Imagem: Montagem site PT.ORG.BR

Por Marcus Vinicius Motta

Quando achamos que os petistas não são capazes de descer mais baixo moralmente, sempre surge a página do Facebook do partido para nos surpreender mais uma vez. 

Agora o "escândalo" da vez se baseia em denunciar Marcello Reis, líder do Revoltados On Line, por... veja só:
Você sabia que o revoltado online, Marcello Reis, administrador desempregado, vive de doações espontâneas recebidas pela internet?
E para reforçar a renda, ele fatura, pela internet, kits anti-corrupção para manifestações com camisetas, bonés e adesivos, por 175 reais.
Crítico da corrupção, Reis, no entanto, não apresenta CNPJ da empresa criada para vender os produtos e, aparentemente, também não fornece nota fiscal aos consumidores.
Leia mais na Agência #PT de Notícias
Antes de pedir o CNPJ do Revoltados Online, o PT deveria usar um dos seus advogados de mensaleiro para fazer o registro do MST.

O PT é um partido cretino, e suas campanhas eleitorais de baixíssimo nível são a prova disso. Os petistas têm por hábito assassinar a reputação de quem ousa se opor aos seus planos de hegemonia e pilhagem do Estado.

Foi assim com José Serra e sua família, com Marina Silva e sua família, com Aécio Neves e sua família. Foi assim com Rachel Sheherazade, com Jair Bolsonaro, enfim, quem não é companheiro ou não se alia à companheirada é passado pela máquina propagandística de triturar pessoas a serviço do partido.

Redes sociais são terra de ninguém. Blogs sujos com patrocínio de estatais espalham as maiores canalhices impunemente e o próprio partido através dos seus perfis se comporta mais como uma página de humor de gosto duvidoso do que de uma agremiação política séria (também, pudera, o PT não é sério).

E uma das mais recentes peças de humor involuntário do partido foi postar em seu perfil do Facebook um questionamento sobre Marcello Reis, líder do grupo Revoltados Online, não possuir CNPJ e mesmo assim vender camisetas para simpatizantes do seu movimento.

Vejamos: compra a camisa dos Revoltados quem quer e para isso usa seu próprio dinheiro, o Marcello Reis não fica por aí fechando avenidas e incendiando pneus para achacar essas pessoas e assim tomar-lhes numerário.

Quem faz isso, por exemplo, é o MST. Fecha estradas, depreda patrimônio, invade e turba propriedades e ainda por cima recebe dinheiro público, tomado do pagador de impostos, através do governo de seus comparsas do PT.

Uma última curiosidade: mesmo recebendo dinheiro dos outros, que não fazem a livre escolha de sustentar o "exército do Stedile", o MST também não possui CNPJ. É uma entidade pirata, um braço armado do lulopetismo para ser usado como milícia quando é preciso "botar fogo nas ruas"..

O MST portanto não é problema agrário ou social, é problema da falta de uma lei anti-terrorismo no Brasil e da impunidade fiscal que reina para quem está "do lado certo". 

Cadê o CNPJ do MST, PT? Deve estar no mesmo lugar que o atestado de bons antecedentes do José Dirceu.

Em tempo: Como se não bastasse a campanha difamatória esdrúxula, o PT ainda montou uma "força-tarefa" para censurar os vídeos de Reis:


Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques