segunda-feira, 27 de abril de 2015

Letícia Sabatella. Ou: por que precisamos extinguir a Lei Rouanet?


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Luciano Ayan

Vou dar a dica aqui de um método que facilita a minha vida. Primeiro, eu observo o discurso de um artista em favor do PT. Qualquer um que seja. Em seguida, anoto o nome do artista e vou para o Google descobrir se há alguma "coincidência" entre este discurso elogioso e o recebimento de alguma verba estatal. 

Vamos a um exemplo prático. Letícia Sabatella, atriz bonitinha mas mediocre, está muito irritada com as manifestações. Segundo o Congresso em Foco, Letícia disse que o movimento era “uma manipulação extremamente errônea de uma necessidade de mudança”. 

Ela prossegue: “Temos pelo que protestar, com certeza. Mas não se está consciente da necessidade disso. E existe uma sombra coletiva terrível, racista, fascista, homofóbica, egoísta nesse estilo de manifestação que está acontecendo. Tem muita gente entrando nessa ‘vibe’ de ‘inocente útil’. É como eu vejo. Mas claro que tem pelo que se lutar. Por exemplo, uma reforma política urgente”. 

Estranho, não? Ela parte para as ofensas mais baixas e ainda conclui com uma proposta totalitária: reforma política petista, que se baseia em financiamento exclusivamente público de campanha, apenas para dar o monopólio do poder financeiro para campanhas para o PT. Letícia decididamente decidiu chamar os leitores de retardados. 

Mas será que encontraremos a tal "coincidência"? Dito e feito. Em 2011 o Implicante comprovou que a atriz recebeu 1,5 milhão de reais da Lei Rouanet. Isto para um show solo como... cantora. 

Já passou da hora de extinguirmos essa lei, que só serve para comprar apoio governamental. Ou para permitir "coincidências" como esta, em que um artista resolve baixar o nível para ajudar o PT e termina recebendo uma grande bolada. 
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques