quinta-feira, 2 de abril de 2015

Kim Kataguiri responde a Jean Wyllys. Ou: o dia em que um bolivariano falou o que quis e ouviu o que não quis.


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Luciano Ayan

Até uns dois ou três anos atrás, a cada vez que um adepto da extrema esquerda falava suas barbaridades (especialmente quando difamavam liberais ou conservadores), sempre obtinha em retorno um sonoro silêncio, o que sempre funcionava como validação. A dinâmica social é sempre cruel: por não dar resposta, validamos o que o oponente diz. Com isso, o senso comum entende que o outro tem razão.

Mas parece que a festa está acabando, pois a espiral do silêncio já foi quebrada. Agora já entramos na fase de respondê-los com estilo. Neste sentido, difícil pensar em um destaque no nível da belíssima resposta de Kim Kataguiri a Jean Wyllys. O psolista havia usado o tradicional truque de simulação de falso espanto para dizer "onde já se viu a Folha dar espaço a um jovem de 19 anos [Kim Kataguiri], que é um analfabeto político".

Pois o "analfabeto político" o respondeu ponto por ponto, além de apontar as diversas contradições de Wyllys. Contradições estas suficientes para fazê-lo ter que pagar penitência ajoelhado no milho por meses, devido a vergonha. Isso se ele for capaz de se envergonhar. 

No final, Kim ainda lançou um desafio para debate. Já que Wyllys afirmou que Kim era um "analfabeto político", o psolista não teria motivos para temê-lo, certo? Mas a minha bola de cristal diz que Wyllys vai fugir dessa.

Enfim, vejam a belíssima "mijada" que o ex-BBB tomou:


Em tempo: outros que tem se saído muito bem incluem Fernando Holiday e o deputado estadual Marcel Van Hattem (PP-RS).
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques