sexta-feira, 17 de abril de 2015

Joaquim Barbosa faz petistas espumarem de ódio ao dizer o óbvio


Imagem: Fellipe Sampaio / STF
Por Luciano Ayan

Sempre que Joaquim Barbosa fala o óbvio ululante, o PT espuma de raiva. Principalmente por ele ter condenado os mensaleiros, algo de que não o perdoarão tão cedo. A partir daí Barbosa parece ter descoberto o caminho das pedras para fazer petistas relincharem de ódio: dizer coisas irrefutáveis e que deveriam pertencer ao senso comum de qualquer pessoa mentalmente sadia. 

Por exemplo, ele disse que o governo petista mente ao dizer que "combate a corrupção". Como até uma ameba (se for honesta) sabe, quem tem essa alçada é a Polícia Federal, o Ministério Público e o sistema judiciário. 

O fato é que o discurso petista é ruim de doer. Me impressiona também a fragilidade técnica do marqueteiro tucano na época das eleições, pois era muito fácil ridicularizar a postura de um partido dizendo que os escândalos de corrupção hoje só aparecem por que "o PT mandou investigar" (quando ele não tem alçada para isso) e que antes "não investigava". 

Se a moda pega, essa moral petista pode ser copiada pelas crianças que chegam em casa com as notas vermelhas. Daí quando a mãe pergunta: "Filho, que diabos é isso?". Bastaria dizer: "Com os outros alunos, a professora não tem exigência, mas comigo tem. Fui eu que orientei a professora a agir assim. Por isso, eu mereço parabéns por ter mandado ela ser exigente". Obviamente, nenhuma mãe cai nessa conversa, e mesmo assim o PT, o partido mais cínico da história da política nacional, continua insistindo. 
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques