sexta-feira, 3 de abril de 2015

Gloria Álvarez estará no Brasil.


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Aitofel de Souza

Gloria Alvarez estará no Brasil para uma série de palestras em Curitiba, São Paulo e Porto Alegre. Na capital paulista, ela vai participar de um seminário sobre populismo e democracia no Instituto Fernando Henrique Cardoso.


Suas palestras vem trazendo á luz o mal do avanço dos líderes populistas na America Latina. Ela já teve problemas quando visitou um país sob governo bolivariano. Foi a Nicarágua:


Abaixo temos o video de uma conferência na Espanha que a tornou muito conhecida. Ali ela mostra o trabalho que ela realiza mostrando os problemas do avanço do populismo. O video viralizou na Internet, alcançando mais de um milhão de visualizações no YouTube:


O bolivarianismo parte do pressuposto de primeiro instaurar uma especie de estado populista socialista através do voto, além do aparelhamento das instituições do estado. É fundamental ao sistema bolivariano que não haja alternância de poder, pois a medida que permanecem no poder vão criando condições para neutralizar qualquer sistema jurídico no tribunal superior. Não podem deixar, é claro, de aparelhar completamente o estado, como na Venezuela. Com o passar do tempo vão criando mecanismos para desarticular a imprensa, como pede a regulamentação da mídia por parte do PT. Outra das formas de calar a mídia é inviabilizar a compra de papel, como acontece na Venezuela e também com os jornais da argentina. Todos países bolivarianos vão tentar criar leis para quebrar empresas dizendo que há "monopólio da mídia". 

O bolivarianismo é um sistema populista em essência, com base inicial na transferência de renda e posterior criação de dependência da população, sempre em associação com movimentos para manter seus líderes no poder, pelo aparelhamento, corrupção e total erosão das instituições. 

A "participação popular", outra das ferramentas do bolivarianismo, pode ser definido como comitês militantes ideológicos que aparelham o estado. A ideia do bolivariano é a destruição de qualquer sistema que crie conflito com o governo executivo.

As ações de Glória Álvarez são mais que oportunos. Há muito no Brasil e na América Latina não tínhamos nenhum indicio de resistência aos movimentos socialistas que querem por meio de ditaduras extorquir países democráticos colocando-os nas mãos de uma pequena elite vermelha burocrática. Bom momento primeiro com o Conclave Washington e agora com a jovem cientista política da Guatemala, Glória Álvarez.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques