terça-feira, 21 de abril de 2015

Eduardo Cunha e a submissão ao PT


Por Pedro Henrique

No último fim de semana ocorreu o décimo quinto forum de Comandatuba, um evento realizado pelo grupo LIDE (Grupo de Líderes Empresariais) e que tem como anfitrião João Doria, famoso empresário brasileiro. Para este evento foram chamados políticos importantes, empresários e outras pessoas influentes. Estavam presentes Eduardo Cunha (PMDB), presidente da Câmara dos Deputados, e outros políticos, como Fernando Henrique Cardoso (PSDB).


No Forum, Cunha reafirmou, com outras palavras, aquilo que tratei no meu último texto e que já venho falando a um tempo: "Nunca houve um processo de coalização no governo petista. Sempre houve processo de submissão: ou você concordava em estar submisso ou não era aliado." 

Ele também afirmou que vai trabalhar para ampliar a independência da Câmara do Executivo. Com estas afirmações, lançou as primeiras sementes da destruição do discurso petista para desmobilizar a oposição ideológica. O discurso petista é aquele que diz que o PT não governa mais o Brasil, de que haveria uma espécie de parlamentarismo e até mesmo de que o Legislativo estaria com poderes demais dominando o poder Executivo.

Marina Silva (PSB/REDE) chegou a dizer que Dilma sofreu uma cassação branca! (Para quem não entendeu a expressão, cassação branca significaria que Dilma estaria no cargo, mas seria incapaz de exercer qualquer poder na prática.)

Já tratei da farsa petista de que o PMDB é o todo poderoso no lugar do PT minuciosamente no meu texto anterior. Considerar que atualmente o Legislativo manda no Executivo, só por que o Legislativo está se tornando independente, é acreditar que quando o PT comprava o Legislativo com os maiores crimes políticos da história brasileira (o Mensalão e agora o Petrolão) esta casa estava sendo apenas independente. 

O PT já estava interessado em uma reforma ministerial também para tentar comprar a submissão do legislativo com carguinhos nos ministérios e para se reorganizar estrategicamente para enfrentar a oposição ideológica com a propaganda estatal e controle econômico da mídia. Este tipo de cinismo tenta fazer o brasileiro acreditar que quando o Congresso está nas coleirinhas do PT, chamadas Mensalão e Petrolão, ele é independente. 

Afirmações como a de que a Dilma (PT) não governa e quem governa agora é o PMDB são bobagens que estão sendo repetidas à exaustão por toda a imprensa. Estas bobagens PRECISAM ser rebatidas pela direita cultural, se ela quiser vencer a guerra política contra o PT: a guerra pela liberdade. Estas bobagens são repetidas à exaustão por uma única razão: o interesse de petistas em fazer o brasileiro cantar vitória antes da hora. Interesse de fazer o brasileiro acreditar que já fez o que precisa ser feito e se dar por satisfeito. Depois, quando a crise se agravar, quem ficará como responsável é o PMDB. Daí, o PT vai sair como o salvador da pátria, aquele partido que "vai lutar contra o neoliberalismo conservador de Cunha e dos pmdbistas", ou qualquer outra porcaria parecida que eles vão querer enfiar na cabeça dos brasileiros. 

Lembremos: Dilma não sofreu impeachment e não parece haver nenhum político de oposição defendendo o processo. Existe a hegemonia do discurso petista em toda a imprensa de que não há bases jurídicas para o impeachment, quando as bases jurídicas são construídas baseadas em investigações sobre Dilma, que não estão sendo feitas. Toda a imprensa colabora com a idéia de que Dilma já sofreu um 'certo impeachment', quando o que aconteceu foi o Legislativo adquirir uma independência bastante restrita do Executivo. Agora me respondam: em que mundo independência de um dos poderes é cassação branca de um presidente? 

É surpreendente que os pmdbistas estejam caindo em um tipo de arapuca política para responsabilizá-los pela crise iminente. Mais surpreendente ainda é ver que a oposição ideológica, em processo de maturação, não tenha percebido ainda este discurso para desmobilizar os movimentos contra o PT e fale orgulhosamente que Dilma não governa. Tem direitista cantando vitória e achando que Dilma e os petistas já estão derrotados. Só estão agindo como idiotas úteis. 
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques