sexta-feira, 27 de março de 2015

PSDB leva ao Congresso as mulheres de dois líderes opositores presos na Venezuela


Imagem: Jorge Silva / Reuters


Por Luciano Ayan

Na política, o que fazemos com os monstros? Nos os expomos. E como fazer isso da melhor maneira possível? Exibindo seus crimes e suas vítimas.

Nessa linha, depois de muita frouxidão o PSDB acertou uma. Eles vão levar as mulheres de dois líderes oposicionistas da Venezuela, presos pela ditadura de Maduro. São elas Mitzy Ledezma e Lilian Tintori. A primeira é esposa do prefeito de Caracas Antonio Ledezma e a segunda do político opositor Leopoldo Lopez. 

Além disso, FHC irá à Venezuela auxiliar a defesa de ambos. Ele integra um grupo organizado pelo ex-ministro espanhol Felipe Gonzáles, que faz a defesa dos presos políticos de maduro. 

No Foro de Lima, evento organizado por Mario Vargas Llosa no Peru, Aécio se fará presente para discutir o bolivarianismo.

É hora de transformarmos as barbáries cometidas pelo tiranete Maduro em assunto cada vez mais constante no debate público atual. Que essa iniciativa dos tucanos seja a primeira de muitas nesse sentido. 

Na foto que ilustra este post vemos Andrés Pastrana (esquerda), a mulher de Leopoldo López, Lilian Tintori e Sebastián Piñera (direita), impedidos de entrar na prisão de Ramo Verde, em janeiro. 
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques