quinta-feira, 26 de março de 2015

Por que Rousseau interdita as discussões sobre maioridade penal?


Por Aitofel de Souza



Na visão esquerdista, há um antes e depois de Jean-Jacques Rousseau, filósofo nascido na França em 1712.



Na Idade Média, havia a expectativa de que a salvação do mundo viria pela religião cristã e a redenção por ato divino. Este pensamento de redenção migrou para a filosofia com a ideia de que a salvação do mundo está na política. É ela quem salva, transforma e muda o homem, não a religião. Então a política assumiu a dimensão de religião salvacionista. E o filosofo que moldou essa ideia de forma eficaz foi Rousseau.

Ele transformou a política em instrumento de transformação do mundo para um mundo melhor. Como muitos que surgiram depois, ele pensou descobrir qual o problema da humanidade, trazendo a solução pra isso. E como totalitário que é, deixou seus genes na esquerda, que pensa da mesma forma. Para eles você só é livre se concordar com o que pensam. E acham que podem usar da força e da opressão com você caso não concorde. É porque eles agem em nome do 'bem".

As ideias de Rousseau até hoje servem á esquerda, e como ela, criou sobre si um monopólio da virtude. Quem não concordar com eles são maus. Os que concordam são bons. Bem o definiu o filosofo Edmund Burke, para quem Rousseau era um sujeito que "ama a humanidade e odeia seu semelhante" .

A ideia de que o homem é bom e a sociedade o perverte cria uma noção de que no fundo o ser humano é bom. O que faz com que ele não seja bom são as outras pessoas. Se você não aceita isso é sinal que você está corrompido. Daí ele tem o direito de inclusive te agredir para que você recuperar a consciência que ele quer que você tenha.

De cara ele tira da pessoa sua responsabilidade pessoal pela escolha errada e a transfere para os outros, o sistema, o capitalismo. Ou seja, a culpa é dos outros ou outro fator, nunca há responsabilidade pessoal do individuo. O sistema é que possibilitou que ele agisse daquela reprovável forma.

Essa ideia já mostra por que no Brasil dominado apenas pela esquerda está entre os países mais violentos do mundo. A impunidade e leniência de um Estado de esquerda sempre agirá em favor do criminoso. As leis sempre sempre serão frouxas e beneficiariam os bandidos, não suas vítimas. 

Devido a Rousseau e sua prole sempre encontraremos recursos judiciais e apelações de órgãos de direitos humanos ao lado dos criminosos. Para os tais, os bandidos sempre serão as vítimas da sociedade e do sistema.

Suas ideias negam a natureza humana pelo desejo de poder, sexo, inveja, ganância, ódio, dinheiro etc. A culpa nunca será de um marginal, mas de quem trabalhou, batalhou e se esforçou para de forma honesta produzir sua riqueza ou ter seu bem ou seu dinheiro próprio de forma honesta.

Graças a esta linha de pensamento compartilhada pela esquerda temos mais de 56 mil assassinatos por ano no país. A impunidade grassa. E para cada ato criminoso eles olham para o bandido e não para suas vítimas dele com o olhar de que ele é bom, ele é vítima, não a pessoa que por exemplo acorda cedo, vai para o trabalho e não sabe se volta vivo ou com seus pertences.

A esquerda olhará para o criminoso como vítima do “sistema” que o deixou se tornar criminoso dando a eles um discurso embasado na ideia que um bolivarianismo mudaria essa situação. Uma mudança do sistema atual iria criaria justiça, uma balela para tornar o líder de um estado grande (um Fidel Castro da vida) um dono de escravos humanos.

Tudo para os socialistas se resume em fé na política, tendo-a como redentora. A política se tornou dessa forma uma “teologia’, uma religião para a esquerda com a qual ela mudará o mundo.

Portanto, antes do debate politico devia ocorrer a discussão moral. Mas a esquerda elegeu a politica como sua liturgia. Logo acham que todas as questões são políticas. Um militante da esquerda usará sua crença que tudo é resolvido com política para não enfrentar o problema moral, podendo assim fugir de sua responsabilidade pessoal.

A esquerda sempre deixará a impunidade rolar solta porque pra ela a criminalidade traz consigo a ideia que o homem é bom. Isso também a ajuda no discurso para mudar a legislação e o sistema porque, como Rousseau, acham que possuem a solução para os problemas nacionais. 
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques