domingo, 8 de março de 2015

Pela lógica da guerra política, Paulo Moreira Leite mostra que Eduardo Cunha tem que atacar o Planalto


Imagem: J. Batista / Câmara dos Deputados
Por Luciano Ayan

Uma dica de saúde mental: se você tiver algum familiar que ainda acredite na hipótese de existir "parceria" entre PMDB e PT, pode mandar internar. Muito provavelmente ali não estamos diante de ingenuidade, mas doença mental. 

O fato é que depois que o governo empurrou Cunha e Renan para a lista da Lava Jato (a qual, acredite quem quiser, tinha só 6 nomes do PT), a blogosfera estatal, bancada com dinheiro público, tem aproveitado para tirar sua casquinha. Que bela "base aliada", não? Como eu falei, quem acredita que o PT algum dia teve o PMDB como "aliado" (e não como servo) pode ser internado já. 

Pois não é que, em uma fase de contínuas provocações, Paulo Moreira Leite sugeriu que o melhor que Cunha tem a fazer é "ficar na sua"? É assim: já que o governo bateu, surrou, coreou, cuspiu e o jogou na sarjeta, o melhor é "se cuidar". 

Leia as palavras do blogueiro governista e veja o tipo de provocação financiada, lembro de novo, com verba pública:
A principal novidade, porém, envolve Eduardo Cunha. O novo presidente da Câmara, adversário agressivo do Planalto, tomou um golpe da testa. Não há motivo para condenações apressadas. Mas a denuncia trazida pelo PGR irá exigir explicações detalhadas e complexas, como se pode compreender pela leitura do Globo de hoje, que descreve Eduardo Cunha envolvido numa clássica operação de criar dificuldades para receber facilidades, inclusive com ajuda de parlamentares próximos.
Ocupado em atacar o governo de qualquer maneira, inclusive quebrando rituais na definição de subrelatorias na CPI da Petrobrás, numa truculência acima de qualquer padrão de convivência democrática entre maioria e minoria, Cunha muda de posição no jogo. A partir de agora terá,prioritariamente, de cuidar da própria sobrevivência política.
Já que estão atacando Cunha sem parar, e já partindo para o escracho, melhor seria se ele prestasse atenção apenas à última linha do segundo parágrafo: "cuidar da própria sobrevivência política". 

E como o PT "cuidou de sua própria sobrevivência política"? Atacando. E foi exatamente o que fizeram com Cunha, Renan, o resto do PMDB e o tal do PP.

A regra da política é essa: "a melhor defesa é o ataque". O PT fez isso contra Cunha e Renan. E já que Paulo Moreira Leite deu a dica, é melhor que Cunha e Renan comecem a disparar, e com gosto, contra o Planalto. 

Se aos dois faltar motivação para o ataque, basta que consultem sites como Conversa Afiada e Brasil247 para ver que em ambos o ataque petista contra os dois será incessante.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques