domingo, 15 de março de 2015

Ministros de Dilma dão resposta digna de vergonha alheia após manifestações


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Pedro Henrique

Neste dia 15/03/2015, o Brasil acabou de presenciar a maior manifestação política da história do país. Essa manifestação juntou cerca de 1,5 milhões de pessoas em todo o país pela saída da presidente Dilma Rousseff(PT). Uns pediam o impeachment, outros queriam a renúncia, e ainda existiam pautas mais fracas e diversas, como luta contra a corrupção, contra o corte de benefícios trabalhistas, contra o aumento do preço do diesel etc. Diante de tudo isso, o governo preparou uma resposta humilhante para o povo.

Os representantes do governo foram o ministro da justiça, José Eduardo Cardoso, e o ministro-chefe da secretaria geral, Miguel Rossetto. O discurso de ambos não foi muito diferente do petismo tradicional. Ambos falaram que o governo está aberto ao diálogo e defende a democracia, mas em nenhum momento admitiram falhas no governo. Miguel Rossetto chegou a dizer que o poder executivo já faz tudo que é possível para combater a corrupção, sugerindo que o problema da corrupção pode ser de outros poderes. É um claro ataque ao poder legislativo, pois os dois ministros falavam que tinham absoluta confiança no julgamento do STF, ou seja, absoluta confiança no poder judiciário para combater a corrupção. Para os ministros, o executivo é perfeito no combate a corrupção e o poder judiciário, cujos ministros são quase todos nomeados pelo PT, também é perfeito em seus julgamentos. Para os petistas, tudo que o PT toca é sagrado, inquestionável.

Os petistas, desde que acabaram as eleições, condenam a oposição por fazer oposição, dizendo que ela não saiu do palanque e está fazendo terceiro turno. No entanto, os ministros tiveram a cara-de-pau de retomar o discurso de campanha, dizendo que em outros governos a corrupção não era investigada, que existiam engavetadores etc. Ainda quiseram posar de heróis dizendo que o PT estava sendo associado com a corrupção por estar encontrando mais atos de corrupção, enquanto outros governos dificultavam investigações, em uma crítica velada a FHC. Ora se isto é verdade, por que os petistas não abriram as investigações que não foram realizadas por outros governos? Se o PT é tão combativo com a corrupção, por que seus principais líderes criaram os dois maiores escândalos da história do Brasil, o Mensalão e o Petrolão? Se Dilma é tão preocupada em combater a corrupção, como ela não começou assegurando honestidade e legalidade das ações de seu próprio partido? Por que Dilma ainda não prestou esclarecimentos sobre a acusação de que suas campanhas de 2010 e de 2014 receberam dinheiro de corrupção?

Miguel Rossetto protagonizou as falas mais vergonhosas para o governo. Ele procurou, assim como Cardozo, passar a imagem de que o governo é genuinamente interessado na democracia, dizendo que manifestações contrárias ao governo são legítimas. Porém, ele logo emendava dizendo que impeachment é infundado e criticar o judiciário é golpismo. Ora, quem decide que impeachment infundado? O governo? Para os petistas, voce só pode se manifestar pelo impeachment se o PT achar que o impeachment tem fundamento, caso contrário você será criminalizado como golpista anti-democrático. Você também não pode criticar o judiciário, pois os ministros são escolhidos principalmente pelo executivo. Ou seja, qualquer crítica ao judiciário ou pedido pelo impeachment que não for aprovado pelas lideranças petistas é golpismo!

Economicamente, o tom do discurso foi o mesmo. Ambos disseram que o governo vai superar as dificuldades através do diálogo, mas este diálogo só é aceitável para convencer a oposição a aceitar os ajustes fiscais 'necessários'. Eles nunca consideraram a possibilidade de estarem errados e que a oposição ou a base aliada poderiam demonstrar isto a eles. O diálogo, para o governo, é apenas para convencer as pessoas a apoiá-lo. Como disse em outro post, diálogo para os petistas é: "o PT fala e a sociedade escuta, obedece e aplaude".

Com este discurso delirante e ofensivo aos brasileiros, o petismo logo recebeu uma resposta. Durante as declarações dos ministros, ocorreu um novo panelaço de repúdio. Este panelaço ocorreu tão rápido que é impossível que não tenha sido espontâneo. 

Isto significa uma coisa: a paciência do povo brasileiro com o autoritarismo petista se esgotou.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques