domingo, 8 de março de 2015

MEC deixa de pagar bolsas a 423 mil educadores


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Aitofel de Souza

O discurso petista sobre "interesse na educação" sempre foi apenas jogo para enganar incautos. Prova disso é que Gramsci já há muito orientava os marxistas sobre a alienação das massas e a importância de deixá-las na ignorância. Dessa forma, isso facilitaria a vida de marxistas que fossem tomar o poder. 

Os petistas já criaram um projeto de lei contra a importação de livros e tentaram proibir o ensino de língua inglesa nas escolas (para dificultar a leitura de outras obras que não seja a do mercado editorial de domínio quase exclusivo da esquerda no Brasil).

Quem não se recorda da resolução do partido em favor da hegemonia de pensamento único que faria do “partido” a única verdade possível e assim destruindo e calando vozes discordantes?

O descaso do governo com a educação só vem a demonstrar a execução de um plano. Veja a matéria "MEC deixa de pagar bolsas a 423 mil educadores", do Estadão:
O Ministério da Educação (MEC) atrasou o pagamento de bolsas a 423 mil educadores de dois programas-chave para a atual gestão, de alfabetização e do ensino médio. Parte dos bolsistas não recebe o auxílio desde novembro. A pasta informou que R$ 173 milhões foram liberados na semana passada para quitar essa dívida, mas muitos professores ainda não receberam.
E a destruição deliberada não ocorre só na Educação. O partido petista continuará com aparelhamentos e subversão de valores e fará de tudo pela hegemonia. Como disse Gramsci: "Nós vamos destruir o Ocidente, destruindo sua cultura, vamos nos infiltrar e transformar a sua música, sua arte e sua literatura contra eles próprios".
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques