domingo, 22 de março de 2015

De acordo com a lógica do PT, elite branca chega a 62% da população brasileira


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Luiz Aguiar


Por toda a blogosfera estatal e também nas redes sociais podemos observar militantes de esquerda (sejam eles do PT ou das linhas auxiliares) repetindo ad nauseam que as manifestações feitas no dia 15 de março por todo o Brasil em oposição à presidente Dilma Rousseff foram encabeçadas e compostas por setores da elite da sociedade e consequentemente pertencendo à camadas mais bem favorecidas no sentido financeiro da coisa, e segundo eles a manifestação de 2013 era sim legítima, pois não era “composta pela elite burguesa”.





Ora, se a rejeição ao governo do PT cresceu até chegar na casa dos 62%, como alguém pode dizer tamanho absurdo acima? Será que 62% do país faz parte de uma elite branca, golpista, fascista, paulista e classista? Isso sem deixar de mencionar que as manifestações de junho de 2013 eram compostas por muitas das pessoas que estão atualmente protestando contra Dilma, além do fato de que existiam muitas pessoas de classe média alta protestando em 2013.

Muitos dos próprios militantes de esquerda que foram protestar em 2013 fazem parte de camadas mais bem favorecidas da população. Como podem querer deslegitimar outras manifestações por conta da renda? Se fosse assim, nem mesmo eles poderiam estar protestando, muito menos para defender os pobres, pois sabemos que o que mais eles querem é o monopólio (estatal) dos meios de produção, o aumento da burocracia estatal e das regulações. E todas essas coisas prejudicam os pobres e todos aqueles que querem se inserir no mercado de trabalho ou mesmo começar a empreender.

Agora é claro, podemos traçar realmente grandes diferenças entre as manifestações. Enquanto na de 2013 diversos lugares foram depredados, carros incendiados e destruídos, teve repórter morrendo por causa de rojão aceso por manifestantes (que estão inclusive quase livres), nas manifestações do dia 15 de março dificilmente assistimos episódios de violência. Acredito que essa seja uma das principais diferenças.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques