segunda-feira, 9 de março de 2015

Caiado age como oposição: enquanto o PSDB fala em "sangria", ele propõe a "cura"


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Luciano Ayan

Em sua página de Facebook, o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) não caiu na conversa mole de "vamos deixar o PT sangrar". Ele disse:
Diferentemente do PSDB, vou exigir a apuração dos fatos e os desdobramentos necessários para que possamos esclarecer a toda a sociedade brasileira a situação de total desgoverno e corrupção. 
Não dá para repetir o mesmo modelo que a Oposição optou em 2005 com o Mensalão, de esperar o presidente Lula sangrar. Quem sangra hoje é o Brasil. Com todo esse processo de corrupção atingindo proporções inimagináveis, é inaceitável que as oposições caminhem na tese que nada vai adiantar retirar Dilma, que ela deva sangrar até o último dia de seu governo. 
Sou 100% contrário a essa tese proposta pelo PSDB (prescrição feita em 2005 e veja o resultado desse tratamento). A sangria de Lula se transformou em meio de cultura para proliferar a corrupção no país. Essa tese já se mostrou ineficiente. Olhem o quanto o Mensalão ganhou proporções gigantescas e se transformou em Petrolão. 
Como líder do Democratas, não coaduno com essa proposta. Sou a favor da cura desse processo, não da sangria. 
Primeiro: o fundamento básico da democracia e o alicerce da República é exatamente poder fiscalizar. É inadmissível que a Oposição não exija neste momento que as regras que balizam o estado democrático de direito sejam aplicadas em todos os escândalos. 
As denúncias estão sendo esclarecidas pela Justiça e Polícia Federal. A decisão política é do Congresso Nacional e eu não vou me omitir nem renunciar às minhas prerrogativas. Que amanhã, confirmados os fatos, as autoridades tenham que responder pelos crimes de responsabilidade que praticaram
Que falta faz uma oposição com mais pessoas que falem no mesmo tom de Caiado. Que ao menos sirva de inspiração. 

No estilo de meu colega de blog Mauricio Waissman, digo: Senador Alvaro Dias, por favor, dê um jeito neste PSDB. Tá difícil aturar esse apaziguamento estilo Neville Chamberlain
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques