sexta-feira, 27 de março de 2015

Blogosfera estatal tenta culpar Sergio Moro por 250 mil desempregados


Imagem: ANPR
Por Luciano Ayan

Fernando Brito, da blogosfera estatal (atua no blog Tijolaço), surgiu com mais uma argumentação que só serve para mostrar que na hora de relativismo moral doentio sempre podemos contar com um blogueiro petista para fazer o serviço. O resultado é digno de ânsia de vômito. 

Para qualquer pessoa em sã consciência, é lamentável ver que a construção civil demitiu 250 mil trabalhadores depois da Operação Lava Jato. Enquanto isso, Sérgio Moro recebeu o Prêmio Faz Diferença, conferido pelas Organizações Globo dias atrás. 

Segundo Brito, tudo isto é muito injusto pois "não se tem notícia de alguma filha de Paulo Roberto Costa ou de Alberto Yousef indo filar a bóia no vizinho, ou que alguma delas esteja pegando uma faxina na casa das madames para pagar a conta de luz". O engraçado é que Brito não questionou a boa vida dos familiares de Renato Duque e João Vaccari, ambos presos. Entende-se: ambos são petistas. 

Brito prossegue afirmando que "não existe Justiça quando, em seu olhar, não são as consequências sociais que ocupam o primeiro plano na visão de um juiz, salvo se o juiz é um obtuso".

E não é só isso. Ele diz que a culpa é toda de Moro: "Para cada preso de Sérgio Moro, porém, dezenas de milhares de homens, mulheres e crianças já são imediatamente condenados: à fome, às necessidades, ao desespero."

Já é o suficiente!

Não é de causar náuseas?

Na ótica de Brito, Moro é culpado pois as empreiteiras estão em dificuldades. Moro não forçou nenhuma delas a cometer crime, não coagiu nenhum petista a organizar todo o aparato e não meteu a arma na cabeça de nenhum político aliado forçando-o a aceitar propina. Entretanto, para Brito, ele é culpado por dar ordens de prisão aos bandidos dos partidos políticos ou demais envolvidos. 

É a inversão total de valores. A partir de agora, se um traficante for preso e deixar de dar agrados aos favelados, a culpa será da polícia pela perda dos "benefícios". Em suma, o mesmo argumento da máfia. 

O problema é que o argumento é mais furado que peneira. O argumento da dependência do criminoso é inválido pois sempre descobrimos que as benfeitorias dos bandidos poderiam ser feitas por outras partes. Logo, a ideia de que "o criminoso tem que ficar impune para que as benfeitorias prossigam" é até vergonhoso. 

Outro problema é que qualquer contrato de larga escala deve permitir uma transferência de serviços. Ou seja, se uma empreiteira não pode concluir um serviço por não poder receber (por causa da lei), deve transferir seus serviços para uma outra. Se o governo não fez contratos deste tipo, aí o problema é do governo, não do Dr. Sérgio Moro. 

Em suma, nenhuma pessoa intelectualmente honesta poderá argumentar qualquer culpa de Moro na situação. Ao contrário, a culpa é toda do governo petista. Primeiro por ter arquitetado a corrupção, já que sem o PT (que tem a chave do cofre) nada ocorreria. Segundo pelo fato do governo não ter feito um plano de transição dos serviços para outras empreiteiras, o que deveria, aí sim, qualificar um crime de responsabilidade. 

Alias, o governo até poderia prever que em caso de impedimento as empreiteiras fizessem a transição de mão de obra para outra empreiteira assumindo o serviço, o que, por si só, evitaria o desemprego. Isso é muito simples de ser feito, tanto que qualquer empresa fornecedora de software pode assinar um contrato anexando os currículos de todos os prestadores de serviço. Em caso dessa empresa fornecedora quebrar, os funcionários são absorvidos por outra consultoria fazendo o serviço no lugar. Ou seja, a quebra de uma empresa não acarreta desemprego. Mas se o governo não fez um contrato deste tipo, é na direção dele que o dedo deve ser apontado. 

Então você já sabe: sempre que um sujeitinho vier com a conversa de "Moro está causando desemprego", saiba que está diante de um corresponsável pelos desempregados da Lava Jato querendo transferir a responsabilidade dele e do PT para um juiz curitibano que não deveria nem deixar petistas e a turba lamberem as solas de seus pés.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques