sexta-feira, 27 de março de 2015

Blogosfera estatal apela para discursos de pai de santo contra Cunha


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Luciano Ayan

De acordo com o grau de histeria política de um país eventos podem ser inusitados ou previsíveis. Por exemplo, se estivéssemos em um país menos histérico acharíamos bizarro ver a mídia esquerdista apelando a coisas como unicórnio ou pais de santo para falar do destino da presidente. Como estamos no Brasil plenamente patocrático, ninguém se espanta.


O fato é que ontem, quinta-feira (26), um pai de santo, o babalorixá Pai Uzêda, foi ao Planalto para entregar uma carta para Dilma.

Quem o deixou entrar foi uma funcionária da Secretaria de Relações Institucionais. Uzêda disse:
O Eduardo Cunha é a besta. O trabalho dele é destituir a Dilma. Ele é um pai de santo de mão cheia, ele entende do canjerê. Basta olhar para a sua aura [...] Se deixar, ele vai ser o presidente do Brasil. Ele é protegido pelo povo de rua, ele tem o poder sobre o mal. 
Tudo isso é muito simplório e ridículo até dizer chega. Precisar de ajuda de pai de santo para xingar um adversário político de "a besta" ou alguém "que tem o poder sobre o mal" é o cúmulo da decadência.

Mas digamos que Cunha pode mesmo ser um besta, se não notar que o governo não pára de usar seus blogs de baixaria para fazer campanha contínua contra o PMDB. Bastaria que ele lesse o conteúdo de sites como Brasil247 (que trouxe essa notícia ridícula) e Conversa Afiada para saber que não há mais como dialogar com petistas. 

Pelo menos, Uzêda se propõe a fazer uma "limpeza" com defumadores, pó de café e sal grosso. Ele também recomendou que Dilma não coma fora de casa. Motivo: seu "anjo da guarda" estaria desprotegido.

Tsc, tsc...
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques