sexta-feira, 6 de março de 2015

A madame e a suposta presidenta


Por Marcus Vinicius Motta

Entre uma conclamação para o lançamento do "Movimento Aliança Pelo Brasil, Em defesa da Soberania Nacional" e fartos elogios ao "Melindrosas Magic Ball", madame Hildegard Angel costuma fazer em seu blog e seu perfil do Twitter uma defesa entusiasmada do governo Dilma Rousseff.

Enquanto a criadagem provavelmente distribui flutes de Veuve Clicquot e canapés, a nossa revolucionária social (de coluna social, entenda-se), escreve na internet em defesa da Petrobras, simpatizando com jovenzinhos de esquerda que vão ao Clube Militar escarrar em generais de pijama ou pregando contra o "golpe" que seria o impeachment de um governo que está quebrando o país.

Esquerda caviar é coisa de pobre, madame é esquerda truffe blanche.

Como é fácil simpatizar com o chavismo ou o petismo através das janelas do Copacabana Palace (ou da primeira classe de um avião da Air France), a socialite deve achar que reclamar do dólar a 3 reais, da inflação perto dos dois dígitos ou do tarifaço é coisa de coxinha, iguaria que, aliás, madame só deve comer se for recheada de ossobuco com chutney de frutas silvestres.

Dilma está uma sílfide! E lamentavelmente fica por aí perdendo tempo com políticos raia miúda, a classe média raivosa e a imprensa golpista, quando deveria é estar reformando seu guarda-roupa de terninhos.

E vocês aí pedindo o impeachment da suposta presidenta antes do Fashion Week. Absurdo.

Mas ela sempre pode usar seus terninhos no Magic Ball do ano que vem, de preferência já como ex-presidenta.

Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques