terça-feira, 10 de março de 2015

A elite branca do salão da construção civil


Por Paulo Eneas

Dilma Rousseff foi recebida com vaias e gritos de Fora Dilma! e Fora PT! em sua visita nessa terça-feira ao Salão Internacional da Construção Civil, em São Paulo. As vaias e apupos vieram das pessoas que trabalhavam na montagem e organização do evento: operadores de estandes, pintores, marceneiros, atendentes de estandes, eletricistas e funcionários de limpeza. Ou seja, pessoas comuns, trabalhadores assalariados ou autônomos, que se manifestaram de maneira espontânea, expressando sua rejeição ao governo Dilma e ao PT. Em qualquer outro local de concentração popular em que Dilma apareça, seguramente ocorrerão manifestações espontâneas desse tipo.

Resta saber se após essa demonstração inequívoca do grau de rejeição porque passa o governo em todos os segmentos da sociedade, mas principalmente entre os mais pobres, os dirigentes do PT continuarão a repetir a mentira fantasiosa e delirante de que aqueles que se opõem à Dilma e ao PT são golpistas membros de uma suposta elite que odeia os pobres. Será se o jornalista Juca Kfouri irá novamente se prestar ao papel de otário e servir de papagaio de luxo do autoritarismo petista, e escrever um artigo boçal e ofensivo à inteligência de seus leitores, dizendo que os autores do panelaço de domingo era a elite branca que xinga porteiro?

Aliás, convidamos o jornalista Juca Kfouri a visitar os bairros em que moram os porteiros e faxineiras dos prédios de luxo onde vive a estirpe da esquerda caviar, da qual ele é o mais patético exemplar, para saber realmente o que os vizinhos dos porteiros e faxineiras pensam do governo Dilma e do PT. Como Juca Kfouri é seguramente uma pessoa inteligente, ele talvez se dará conta do papel de otário que ele desempenhou.

O PT, como todo partido de esquerda e fascista, usa da mentira sistemática como método para fazer política, ainda que esse método seja pouco eficaz em determinadas conjunturas, como agora, em que as mentiras e blefes do partido não colam mais na opinião pública. Mas a compulsão à mentira e à farsa está na índole de todo esquerdista. Por isso, é bastante provável que o PT arranjará mais uma mentira para explicar as vaias à presidente. Dirá, por exemplo, que tudo não passou de uma armação da elite branca paulista da construção civil, que detém o monopólio dos setores estratégicos de montagem de estandes, pintura de painéis de exposição e varrição de corredores de centros de eventos e feiras comerciais. E claro, tudo isso em conluio com a mídia golpista de sempre.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques