quinta-feira, 12 de março de 2015

A declaração de Barusco como um tiro certeiro no peito do PT


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Pedro Henrique

O governo petista vai de mal a pior, mas agora recebeu um tiro certeiro. Pedro Barusco, que foi presidente da Petrobrás em 2010, relatou ontem(11/3) na CPI da Petrobrás que a campanha eleitoral de Dilma recebeu 300 mil reais repassados da empresa. Se antes os petistas diziam, como se isso fosse sinal de inocência, que não sabiam de nada, agora ficou claro que a corrupção infestou a campanha eleitoral de Dilma. Ela e outros petistas importantes do partido podem não ser só responsáveis por crimes culposos(sem intenção), mas também por crimes dolosos(intencionais). O impeachment parece a cada dia mais próximo.

Este relato de Barusco vai levar ainda mais pessoas para a manifestação pelo impeachment que ocorrerá no dia 15/03. A última pesquisa sobre a aprovação de Dilma, feita dia 7/2 deste ano, revelou uma aprovação negativa de 44% da população, e apenas 23% considerou o governo bom ou ótimo. Essa pesquisa foi feita a um pouco mais antes da avalanche de casos de corrupção, o corte de mais direitos trabalhistas, a violência que o PT tem criado contra a oposição e a precarização dos serviços públicos. O relato deste ex-presidente da Petrobrás despedaça todo o resto de credibilidade que o partido ainda tinha com alguns fazendo dos líderes mais importantes do partido

O relator da CPI, Luiz Sérgio(PT, foto), minimizou a acusação de Barusco dizendo em entrevista:
O que ouvi é que ele disse que participou apenas das negociações de percentuais, mas não afirmou ali nem trouxe dados novos acerca de se o Vaccari(tesoureiro do PT) recebeu ou não recebeu. Ele não trouxe nenhum dado novo a respeito deste tema.
O sujeito ainda tentou empurrar a crise para o colo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso(PSDB) ao dizer que se deve investigar desde 1997, quando a corrupção começou. Porém, pagamentos de forma organizada, envolvendo os diretores da Petrobrás e o tesoureiro do PT, só começaram em 2004, no governo petista. As tentativas de Luiz Sérgio de livrar o PT do petrolão são patéticas. Se resumem a fingir que fatos bem registrados não existem. O relator simplesmente finge que a declaração de Barusco foi outra.

Parece que este relato é apenas o início do processo que se demonstrará para aqueles que ainda tem fé na honestidade do PT, que o partido é corrupto, antidemocrático e está destruindo a sociedade brasileira.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques