domingo, 8 de março de 2015

50 tons de petismo: por que precisamos de um pouco de sadismo sadio ao lembrar a humilhação inigualável que hoje sofrem PMDB e PP


Imagem: filme "Contos Proibidos do Marquês de Sade"
Por Luciano Ayan

No início de dezembro toda a curriola do PMDB e do PP, empolgada, votou a Lei do Calote, que permitiu que a presidente se livrasse do crime de responsabilidade ao ter gasto mais do que a lei orçamentária previa. 

Focados, dedicados, febris e como se estivessem conquistando alguma coisa de que deveriam se orgulhar, os deputados da base pareciam lamber as solas das tamancas de Dilma. O servilismo havia chegado ao seu aspecto mais abjeto. 

Lembro-me como se fosse hoje a cena em que Renan Calheiros, atendendo ao teatrinho de Jandira Feghali, mandou a polícia do Senado agredir manifestantes nas galerias. Jandira havia fingido que os manifestantes disseram "vagabunda", quando na verdade falaram "vai pra Cuba". Se Renan tinha um pouco de honra, perdeu naquele momento o que tinha. Mandar bater em manifestantes a partir de um fingimento, tudo para proteger a presidente de ser justamente condenada por crime de responsabilidade, é o cúmulo do rebaixamento moral. E, pior, quem ficou com a pecha de agressor de manifestantes foi ele, não Jandira. Isto é, temos um desonrado que fez papel de trouxa. Patético, vergonhoso, indecente...

E agora, como agradecimento, tomaram um verdadeiro "coro", no nível em que nunca ou imos falar ou até presenciar em bullying de colégio. Nem dos colégios mais barra pesada. Claro que não na mesma medida que ocorreu com o PP, mas tomaram um "coro". Enquanto Teori Zavascki e José Eduardo Cardozo dizem, cinicamente, que "Dilma está limpa" (talvez a piada do século), os dois principais líderes do PMDB são jogados aos leões. É isso aí: o negócio não é só fazer troça. Há que escrachar, avacalhar e provocar de diversas formas. Zavascki e Cardozo entram para fazer este serviço, pois é parte do jogo sádico.

Está aí o prêmio por tanto empenho servil e patético diante do PT. Eu tinha certeza de que ia dar nisso pois estudei Lenin, Trotski e Gramsci para entender como funciona a mente dessa gente. Talvez a turma do PMDB provavelmente preferiu ler gibi da Mônica. 

Alias, uma dica: quando forem ler estes autores, leiam mesmo. Não é só para folhear. Nem procurar figurinhas (pois não vão encontrar). Falo de ler e desconstruir o conteúdo, e estudar suas aplicações em vários cenários. Se eles foram servir o PT por tanto tempo sem ter lido esses autores, que paguem um pouco pela ignorância. 

Outra dica de leitura é o próprio Marquês de Sade. Quem se torna servil, de forma voluntária, jamais será respeitado pelo dominador sádico. E o processo é irreversível. Não há mais reconciliação possível, pois o PT jamais respeitará PP e PMDB. Mas qualquer um pode ignorar este tipo de conhecimento por sua conta e risco.  

***

Hoje Renan Calheiros e Eduardo Cunha reclamam do aparelhamento judiciário que jogou seus nomes na lista, ao mesmo tempo em que retirou o de importantes nomes do PT (especialmente os de Dilma e de Lula) - quando na verdade o ideal é que todos fossem investigados, principalmente o Barba e a Dona Dilma. Estranho, pois foi o partido deles que apoiou o PT por tanto tempo para que este pudesse aparelhar o judiciário. Deviam, no mínimo pedir perdão ao povo brasileiro por terem ajudado o PT neste aparelhamento. Seria muito mais digno. No Japão feudal, com certeza teriam que cometer harakiri. Aqui um pedido de desculpas já quebraria o galho. Aguardamos. 

***

Eu tentava imaginar como se sentia aquele sujeito que foi castrado pela namorada de Governador Valadares (ou Belo Horizonte), uma médica. Ele foi castrado, enquanto seu caso ficou conhecido por toda a cidade. Ou seja, humilhação física e psicológica em nível "hardcore". Mas não sei quem é o sujeito, então não dá para ligar para ele para saber como se sente. Mas agora vou perguntar para algum deputado do PP.

***

O PCdoB caminhava pelo planalto e viu o PP chorando pelos cantos, depois da "desfeita" que o PT fez com ele.

PCdoB: Qual o motivo do choro?
PP: Estou abandonado, e empurrado para a LavaJato.
PCdoB: Quem fez isso com você?
PP: Foi o PT. Não sei pq...
PCdoB: Não liga não, ele só deve ter feito isso com você de sacanagem. 
PP: Ah, bom. Senão eu ia ficar chateado...

***

Marcel Van Hattem é a grande revelação da política recente. Por isso mesmo, melhor faria ele se saísse do PP. 

***

Em resumo, a amante dominatrixxx do PMDB deu uma surra no seu "servant", e o deixou pelado na rua, amarrado para todo mundo assistir e dar risada.

Já quanto ao PP (o outro "servant"), o PT caprichou ainda mais. Fez tudo que fez com o PMDB e ainda cortou o bimbolim, enfiou um toco no traseiro, jogou ovo e farinha em cima (parecendo um bile a milanesa prestes a ir para a frigideira), e deixou amarrado de quatro em plena praça pública.

Como vão se comportar na segunda feira é um mistério...

Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques