sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Val Marchiori e Aldemir Bendine: uma amizade custando caro aos cofres públicos


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Por Luciano Ayan

Eu só tenho os fatos em mãos e nada mais. Mas estes fatos sozinhos já nos permitem concluir que essa amizade de Aldemir Bendine e Val Marchiori está custando caro demais aos cofres públicos. 

Nesta semana, pudemos ler uma matéria do Congresso em Foco nos mostrando que o BB patrocinou um programa de TV com quadro de Marchiori. O programa em questão era o Programa Amaury Jr., na Rede TV, entre 2010 e 2011. Detalhe: o patrocínio, de R$ 350 mil ao ano, durou apenas o período em que a socialite atuou no programa. (Em seguida ela saiu para participar do reality show Mulheres Ricas, na TV Bandeiras)

Leia mais:
A Polícia Federal investiga se houve irregularidades em empréstimo concedido pelo Banco do Brasil à empresa de Marchiori, a Torke Empreendimentos. O inquérito da PF foi instaurado neste mês para averiguar se o crédito de R$2,79 milhões repassado à empresa seguiu as normas internas do banco. Em nota, a socialite afirmou que “a operação de financiamento da empresa Torke foi contratada respeitando todos os procedimentos legais”.

Também foi noticiado, pelo jornal Folha de S.Paulo, que o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, deu uma carona à Val Marchiori em um jato a serviço do BB em viagem à Argentina, em abril de 2010, quando Bendine presidia o banco. A declaração foi feita por um funcionário da instituição em depoimento ao Ministério Público. Val confirmou a versão do presidente: “Mostra-se absolutamente despropositado atrelar a minha pessoa a um profissional de carreira”, disse.

De acordo com a Folha, na viagem a Buenos Aires, Bendine e Marchiori ficaram hospedados no mesmo hotel, um dos mais caros da capital argentina. Bendine negou que os dois tivessem viajado juntos e disse que sua presença no mesmo hotel foi coincidência. A assessoria do Banco do Brasil negou que Val Marchiori tenha voado no avião usado pelo então presidente do BB. O jato, segundo o jornal paulista, pertencia ao Banco da Patagônia e foi emprestado para o Banco do Brasil, que controla quase 60% do capital do banco argentino.
Eu não sei se Bendine é casado. Mas se for, sua esposa deve ficar de cabelo em pé com essas notícias. Mas digamos que é apenas uma amizade que custa caro, certo? O pessoal é muito maldoso...
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques