quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

OAB lança nota estilo me-engana-que-eu-gosto para (tentar) validar comportamento absurdo de Cardozo


Imagem: Reprodução Redes Sociais
Luciano Ayan

A advocacia é uma profissão importantíssima e vital para todas as nossas sociedades. Por isso, as vezes acho injusto que muitos façam piadas de advogado (geralmente apontados como "não confiáveis"). Mas não somos da turma do politicamente correto para ficar reclamando de piadas, certo?

Mas melhor do que fazer piadas com advogados seria fazer piadas com lideranças da OAB. Seria mais realista. 

O fato é que depois de negarem a carteirinha para Joaquim Barbosa no ano passado (em retaliação à condenação de mensaleiros), a OAB, cada mais se portando como um órgão petista, lançou uma ridícula nota para tentar validar as baixarias de Cardozo.

Leia esta "coisa" na íntegra:
Nota da OAB Nacional
O advogado possui o direito de ser recebido por autoridades de quaisquer dos poderes para tratar de assuntos relativos a defesa do interesse de seus clientes. Essa prerrogativa do advogado é essencial para o exercício do amplo direito de defesa. Não é admissível criminalizar o exercício da profissão.
A autoridade que recebe advogado, antes de cometer ato ilícito, em verdade cumpre com a sua obrigação de respeitar uma das prerrogativas do advogado. A OAB sempre lutou e permanecerá lutando para que o advogado seja recebido em audiência por autoridades e servidores públicos.
Diretoria da OAB Nacional
Marcus Vinicius Furtado Coêlho - Presidente
Claudio Lamachia - Vice-presidente
Cláudio Pereira de Souza Neto - Secretário-geral
Cláudio Stábile - Secretário-geral Adjunto
Antonio Oneildo Ferreira - Diretor Tesoureiro 
Tentar fazer os outros de trouxa é algo extremamente desagradável. E é exatamente isso que essa nota metida a sonsa tenta fazer. 

Ninguém está reclamando pelo fato de advogados terem sido recebidos por "autoridades de quaisquer dos poderes", mas sim por terem sido recebidos em (1) reuniões excluídas da agenda oficial, (2) onde vazaram informações que não podiam ter sido vazadas, (3) onde estava sendo violada a autonomia da PF. 

Não, ninguém tem o direito de ser beneficiado por escândalos morais (e até criminosos) conforme acima. 

Claro que a nota tenta fingir que os brasileiros estão reclamando de que "ninguém queria que Cardozo os recebesse". Sinceramente, eu não dou a mínima para quem Cardozo recebe. Se ele quiser receber o advogado do Champinha, que receba. Me importa, ao contrário, se ele está violando a autonomia da PF e se trafica informações privilegiadas. 

Assim, esta nota da OAB não vale nada, não responde a nada, e não serve para retrucar nenhuma das afirmações de Joaquim Barbosa. Que uma nota de tão baixo nível tenha sido assinada por seis pessoas é significativo da avacalhação completa de mais uma instituição. 

Melhor seria se a OAB fosse fechada, e que os exames obrigatórios fossem extintos.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques