quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

O impeachment enfim entra na Janela de Overton: Paulo Barusco denuncia que 200 milhões de dólares da Petrobrás foram parar nos bolsos do PT


Por Luciano Ayan

Quem quer que acompanhe este blog sabe que eu não fiz qualquer pedido por impeachment nos últimos meses. Sempre achava que existem (e existem) outras demandas mais importantes e estratégicas. Além do mais, o pedido por impeachment estava fora da Janela de Overton (método que avalia quais demandas políticas são aceitáveis ou não para o momento).

Isto muda nesta quarta-feira após as confissões de Paulo Barusco na nova fase da Lava Jato onde ele revela que o PT recebeu US$ 200 milhões em propina de contratos da Petrobras entre 2003 e 2013.


Aécio Neves mostra a indignação adequada para o momento:
As denúncias tornadas públicas hoje no depoimento de um ex-dirigente da Petrobras são estarrecedoras. Durante a campanha eleitoral, eu várias vezes cobrava, inclusive da candidata Dilma Rousseff, uma posição sobre se ela confiava ou não no tesoureiro do seu partido, hoje, denunciado por este dirigente da Petrobras como o receptor de parte deste recurso desviado. Nada como o tempo para trazer luz à verdade […] É absolutamente fundamental que as investigações continuem ocorrendo e os responsáveis pelo maior escândalo de corrupção da nossa história sejam punidos exemplarmente. É preciso que saibamos, de forma muito clara, quem foram os responsáveis por estes desvios, quem foram aqueles responsáveis por suas indicações e, em especial, quem foram os beneficiários desse esquema. É triste para o Brasil. Estamos absolutamente atentos para que no Congresso Nacional, através da CPI na Câmara, possamos avançar nessas investigações.
Eu sigo concordando com essa abordagem, exigindo as investigações e o levantamento de todas as denúncias. Ainda há muita água a passar por debaixo da ponte. Mas ao mesmo tempo, já não dá mais para desprezar manifestantes que exijam o impeachment de Dilma. No máximo, podemos criticá-los como apressados, mas plenamente justificados depois do mar de lama.

Aliás, a própria blogosfera estatal (BLOSTA) já fala no tema abertamente, principalmente depois da eleição de Eduardo Cunha. Claro que podem estar blefando. Mas, decididamente, o tema entrou em pauta.

Em tempo: foi excelente a tirada do senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB, agora há pouco na tribuna: “O PT lavou tanto dinheiro que está faltando água no Brasil”.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques