domingo, 22 de fevereiro de 2015

Cunha exige que Dilma tenha uma posição sobre a ditadura venezuelana


Imagem: Reprodução Montagem Brasil247
Por Luciano Ayan

Excelente a postura de Eduardo Cunha diante do silêncio perverso do governo petista (e do apoio sádico do PT em si) às atrocidades cometidas por Nicolas Maduro na prisão do prefeito de Caracas, Antonio Ledezma. 

Cunha disse, segundo o Brasil247, que "não dá para os países democráticos assistirem isso de braços cruzados como se fosse normal prender oposicionista, ainda mais detentor de mandato." 

Ele completou: 
Quero deixar o meu protesto pelas prisões absurdas do regime da Venezuela tentando calar a sua oposição", afirmou. "Até quando o Brasil ficará calado sem reagir a isso? 

Você quer uma resposta, Cunha? 

Então aqui está: o governo petista ficará calado (enquanto o partido endossará o crime) enquanto suas mentes continuarem a processar informações, pois eles só pensam dia e noite em promover o mesmo tipo de bestialidades no Brasil. 

Não é por outro motivo que eles pedem diuturnamente coisas como Decreto 8243 e "controle social da mídia". 

Note que tudo se baseia em pressão dialética, não uma esperança tola e infantil por que Dilma mude o seu comportamento totalitário. E parece que Cunha sabe que Dilma não fará isso. 

Sendo assim, este é o caminho a seguir, e nesta trilha jamais devemos esquecer de lembrar ao público das monstruosidades que o PT apoia.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques