quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Agora que o Carnaval acabou, oposição vai enquadrar Ministro da Justiça


Imagem: ABr
Por Luciano Ayan

Já não era sem tempo: como o carnaval acabou ontem, agora a oposição vai ter que trabalhar. E, segundo o blog de Josias de Souza, não vão dar vida fácil para o ministro petista José Eduardo Cardoso (da justiça, e sempre em minúsculo, enquanto ele estiver no cargo). 

Os deputados do PSDB, do DEM e do PPS vão acioná-lo na Comissão de Ética Pública da Presidência da República.

O senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB, disse:
[O gesto do ministro foi] absolutamente incompatível com o exercício do cargo. [Isto é um caso de] conflito de interesses. [E Dilma Rousseff] precisa dizer para quem governa: se é para o PT e seu projeto de poder ou se para o país.
Mendonça Filho, líder do DEM, disse: 
Não cabe ao ministro trocar figurinhas com advogados de empresas investigadas pela Polícia Federal [...] A corrente majoritária do PT já atua há algum tempo para embolar o processo da Lava-Jato e isentar petistas e aliados.
Cássio e Mendonça vão protocolar requerimentos de convocação do ministro, para ele se explicar. Já o deputado Rubens Bueno, líder do PPS, vai tomar uma providência adicional. Ele vai acionar a Comissão de Ética Pública da Presidência da República. Para Cássio, Cardozo devia pedir para sair, “já que Dilma não demite ninguém”:
Imagine a gravidade dessa situação: o ministro da Justiça envolvido com advogados de empresas questionadas e investigadas pela Polícia Federal [...] A que ponto chegamos, é desmoralizante para o país. Essa relação de promiscuidade do PT não tem limite para nada.
Se isso vai dar em algo? Não sei. Duvido muito. Mas que o desgaste político desta figurinha bizarra é iminente, quanto a isso não há dúvidas. E todo o desgaste do mundo é pouco em relação ao que Cardozo fez.
Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UOL Cliques